2018 - 20 Perguntas com Metal Injection

Escrito por Julia . Posted in Entrevistas

Oi todo mundo! Sou a Tarja e estou aqui respondendo 20 perguntas para o "Metal Injection".

1. Qual a sua música preferida do "Act II" e por quê?
O Act II é um álbum ao vivo, e como um álbum ao vivo, sempre um desafio, e para uma cantora, sempre um desafio. Eu diria que minha faixa favorita naquele álbum é o set acústico! Tem muitas músicas! É um medley acústico e eu sempre curto fazer músicas acústicas porque é a única parte no show que eu posso realmente me reunir com meus músicos.

2. Qual a música mais difícil de apresentar?
Talvez uma das músicas mais desafidoras para eu cantar ao vivo é "Victim of Ritual". "Rrrrritual"... Tem um alcance enorme.

3. Quem você considera uma influência?
Tenho várias influências na verdade, não necessariamente apenas de cantoras porque é difícil encontrar uma cantora solo como eu mas eu diria que uma das maiores influências na minha carreira é Kate Bush.

4. O que seria algo que a maioria das pessoas não sabem sobre você?
As pessoas devem me considerar uma pessoa muito dramática, uma "drama queen" ou algo do tipo mas quando eu volto pra casa, eu não uso maquiagem, sou viciada em limpeza, então mantenho minha casa impecável, sou dona de casa, mãe de uma criança de 6 anos, então quando estou no palco sou uma performista, uma artista, mas quando estou em casa isso acaba.

5. Qual música você escolhe para karaokê?
Karaokê não está na lista de coisas que eu faço. Nunca!

6. Qual a sua escolha de banda quando você apenas quer curtir a música?
Quando estou dirigindo um carro eu preciso ouvir música boa, então eu diria... o último álbum do Avenged Sevenfold. Me mantém na estrada.

7. Como é encontrar suas roupas para o palco?
Sou muito abençoada por ter encontrado ótimos estilistas, uma delas é uma grande amiga minha, Sirja, da Finlândia. Ela é na verdade a única amiga de infância que eu ainda tenho na minha vida. Posso decidir minhas roupas com ela. Ela as torna real para mim. Outra estilista é a Julia da Nordenfeldt, minha patrocinadora, uma empresa alemã. Então para mim é muito importante encontrar roupas para me apresentar que me deixem confortável no palco.

8. Qual é um os seus dias mais felizes da sua carreira?
Um dos dias mais felizes da minha carreira é na verdade todos os dias da minha carreira. Quando vejo os meus fãs, quando eu realmente subo aos palcos. Todo o dia é o dia mais feliz da minha vida. Eu seria uma pessoa muito frustrada se eu não pudesse fazer o que mais amo, me apresentar.

9. Do que você tem medo?
Aranhas! Não, tenho medo de que um dia eu perdesse minha voz. Isso seria um pesadelo obviamente! Eu realmente não temo isso de uma forma que eu... Eu não fico pensando nesse tipo de coisa, mas esse seria meu maior medo.

10. Qual o melhor conselho que já lhe foi dado?
Minha mãe foi uma pessoa incrivelmente adorável e infelizmente ela não está mais aqui mas acho que o que ela me ensinou em vida foi que você sempre precisa manter os pés no chão. Cabeça erguida no céu, mas os pés no chão e não importa o quê, não importa em qual situação na vida, essa é a única forma de continuar. Seja humilde. E a outra coisa é perceber que a música te mantém humilde. Não há outra forma. A música tem sempre algo a ensinar.

11. Qual seria sua profissão fora da música?
Se eu precisasse encontrar uma profissão fora da música seria muito difícil pra mim... mas eu acho que teria que ser algo relacionado à performance. Amo estar em frente ao público, então espero ainda ter minha voz para falar, talvez eu estaria atuando ou algo do tipo.

12. Qual a primeira música que você aprendeu a cantar?
A primeira música que aprendi a cantar foi "Enkeli Taivaan", é uma música muito religiosa, desses livros muito religiosos para crianças. É uma música em finlandês. Eu tentava aprender a letra quando eu tinha mais ou menos 3 anos de idade e eu apresentei essa música para um público quando eu tinha 3 anos! E minha mãe, é claro, eu não me lembro de nada dessa apresentação, mas minha mãe me disse que eles me colocaram sob uma mesa porque eles podiam me ouvir cantar, mas ninguém conseguia ver onde eu estava cantando. Então eles me colocaram em cima da mesa e eu cantei a música completamente inventando minha própria letra. Aquela era a música, mas... Eu cantei a melodia!

13. Qual um equívoco que os metalheads tem sobre ópera?
Acho que todos vocês ou todos que consideram que a ópera seja algo complicado ou algo que vocês não entenderiam ou que vocês nunca assistiriam, vocês definitivamente deveriam ir. Mas por favor, não vá assistir uma ópera que dure 3 horas. Você precisa ver "A Flauta Mágica" de Mozart, por exemplo. Vá ver essa ópera e você vai se apaixonar.

14. Qual foi o pior show que você já fez?
Provavelmente um dos primeiros shows com o Nightwish definitivamente, porque haviam muitos problemas técnicos deixando os shows ruins de forma geral. Não o público, não o ambiente, não a casa, mas geralmente os problemas técnicos. Eu não me lembro, mas foram muitos desses shows em que eu não podia me ouvir cantando, ou que não ouvia o guitarrista ou o tecladista, um desastre. Então provavelmente foi um dos primeiros shows na Finlândia em que eu me apresentei no início da minha carreira.

15. Você tem algum ritual pré ou pós-show?
Tenho rituais, sou uma vítima de rituais, assim como uma de minhas músicas! Sim, eu tenho que me preparar para meus shows algumas horas antes, tenho que ficar sozinha e aquecer meu corpo para o show, mesmo antes da minha voz. Faço muitos exercícios, exercícios físicos, exercícios de respiração e depois exercícios vocais. E entre esses exercícios eu preparo minha maquiagem, meu cabelo. É realmente um ritual que eu preciso por um longo período antes do show. Depois do show é a mesma coisa, preciso fechar a porta do meu camarim, ficar sozinha, me livrar de todas as tensões do show.. É algo físico, eu realmente preciso cuidar do meu corpo e da minha voz. Antes e depois.

16. Se sua vida fosse o nome de uma música, qual seria?
"Viva seus sonhos" seria a música tema da minha vida.

17. Qual sua maior fraqueza?
Minha maior fraqueza é meu coração. Essa é a maior fraqueza, sério... Não posso fazer música sem meu coração, meu coração me diz se estou no caminho errado. Eu o escuto todos os dias.

18. Qual sua comida "junk food" preferida?
Minha junk food favorita é batata frita! Eu amava hambúrguer, mas não posso mais comê-los porque ando tendo problemas com glúten, então apesar de ter alguns hambúrgueres sem glúten que são maravilhosos... mas batata frita. Deixa essa ser minha comida, deixa eu comer pelo menos um pouquinho!

19. Se você pudesse estar em qualquer lugar do mundo agora, onde você estaria?
Eu adoraria estar na minha cama nesse momento, na minha própria casa... Apenas a cama, o telhado e eu e nada mais... Solidão, paz.

20. Como você descreveria seus fãs ao redor do mundo?
Meus fãs são as pessoas mais insamente belas. Reuni ao meu redor um bando de pessoas loucamente belas, muito leais comigo, muito leais com minha arte, mas também muito leais a mim pessoalmente. Sou muito abençoada por ter todas essas pessoas por perto e eu espero que eles saibam que eu não existiria sem eles.