2018 - Huomenta Suomi

Escrito por Julia . Posted in Entrevistas

E: bom dia! Tarja está de passagem aqui pela Finlândia, já que vive no exterior. Então nós não pretendemos nos demorar no passado nessa entrevista, mas... vamos passar rapidamente pela história da demissão. Quando você foi demitida do Nightwish nós sabemos que foram dias horríveis para você, você chegou a dizer que passou semanas chorando todos os dias, mas nós também sabemos que você superou isso tudo. Como isso foi possível? o que aconteceu?

Tarja: Eu encontrei pessoas incríveis, e o apoio da minha família foi extremamente importante. Claro que quando você tem seu tapete puxado e está lá, de pé no chão que tremeu por tanto tempo... O apoio das pessoas mais próximas a mim foi muito importante. Mas no fim das contas você tem dentro de você o poder e energia a ser encontrados - depois de um tempo, claro. Mas você tem que procurar isso, e eu procurei por mim mesma.

E: Você ficou amargurada? pelo menos por um tempo?
T: Amargurada talvez seja a palavra errada, eu não estava amargurada. Estava desapontada, muito desapontada. E a música tem um poder de cura. Pra mim, eu respiro pela música todos os dias, essa tem sido realmente a maior força para mim. E claro, o fato de eu ter tantos ótimos fãs ao redor do mundo, que têm sido meu apoio e minha defesa, sem eles não haveria minha música ou e como artista hoje.

E: Qual seu relacionamento com Tuomas Holopainen hoje?
T: Eu não tenho um relacionamento com Tuomas.
E: Nenhum?
T: Não.
E: Não tiveram nenhum contato?
T: Nos tivemos contato via e-mail.
E: Você tem algum interesse em desenvolver algum tipo de relacionamento com ele?
T: Não! (risos)

E: No último natal na tour do Raskasta Joulua você cantou com Marco Hietala, do Nightwish. Como foi isso? Como então é diferente a relação com Marco?
T: Foi uma reunião maravilhosa, estivemos no mesmo palco cantando a Ave Maria de Schubert, foi muito tocante, o momento todo foi tocante. A primeira vez que cantamos juntos nos abraçamos e permanecemos no palco para absorver aquela energia do público que estava sendo mandada para nós. Tinham pessoas chorando muito. Foi uma experiência incrível no todo.

E: Eu ainda preciso perguntar sobre o Tuomas. Ele tentou em algum momento entrar em contato com você? reconstruir esse relacionamento?
T: por e-mail.
E: Ele tentou "nós poderíamos ser amigos de novo..."?
T: Em e-mails (rindo). O passado é passado.

E: O passado é passado, então vamos seguir em frente, como está a vida hoje? Ivan mencionou que você mora no exterior, que tem uma casa no caribe, em Antigua, mas está se mudando para a Europa, para a Espanha.
T: Sim, para a Espanha. A família já fala espanhol, também. De três línguas, mas Espanhol também. Meu marido é Argentino, então a Espanha pareceu uma opção fácil, e nós queremos estar mais perto, na Europa, estivemos procurando um lar aqui por anos. Minhas viagens a trabalho são a maior parte na Europa. Claro que eu tenho tours em outros lugares, América e tal, mas sair de lá, cruzar o atlântico, estava sendo bem difícil.

E: Eu pesquisei sobre essa ilha caribenha, Antigua e Barbuda, como ela é? Parece um paraíso?
T: É um paraíso, especialmente para crianças. Não tem nada lá, nem um único shopping center, nada. Um lugar para completamente descansar sua cabeça. É o que tem sido pra mim, ou para toda minha familia, um lugar muito importante para mim mentalmente, para parar. Porque o trabalho nos segue pra casa, nós trabalhamos de casa.

E: Mudar-se para a finlândia é um pensamento muito distante?
T: Sim, talvez seja um pensamento distante. Não sei. A Europa... As distâncias estão mais curtas agora. Claro que eu ainda tenho família aqui, e amigos, e sinto muita falta deles, mas retornar à Finlândia ainda é um pensamento distante.

E: Você twittou que estava em uma missão secreta na Finlândia. O que é essa missão? obviamente ela não vai mais ser secreta depois que você nos disser...
T: Ainda é bem secreta, ainda é segredo...
E: Ainda um segredo... Quando vai ser revelado?
T: Deus sabe! (risos)
E: Vai ser durante sua visita à Finlândia? estou tentando!
T: tentando bastante! Boa tentativa. Mas não vou falar mais nada!

E: Você veio a Finlândia neste verão, algumas semanas atrás se apresentou com o Stratovarius...
T: Não foi com o Stratovarius, foi meu próprio show.
E: Mas você teve alguns shows com o Stratovarius?
T: Não, estivemos em alguns dos mesmos festivais na Europa, pode ter vindo a informação errada...
E: Mas vocês tem uma tour juntos?
T: Sim, teremos uma tour juntos no futuro, em Outubro. Uma tour longa pela Europa.
E: E você fez seus próprios shows aqui?
T: Sim, alguns shows meus. E alguns shows clássicos durante a primavera também. Tão bom, tenho visitado quase todo mês, isso sido adorável.

E: Em uma entrevista você disse que você é uma mãe rígida para sua filha, como isso se manifesta no dia a dia?
T: Bom, em colocar limites e coisas desse tipo. Claro que às vezes eu posso dizer as coisas de forma um pouco rigida demais... Nós temos uma menina trilingue, que já viu tanto do mundo, porque ela estava comigo em tour e nos estúdios e em todo lugar pelos primeiros quatro anos. Ela vê sua mãe se apresentar e passa tempo com o pai. É um trabalho conjunto, porque é um negócio de nós dois e a criança passa por essas jornadas conosco. Ela é muito... é uma garotinha vívida. Não tão pequena mais, [já tem] seis anos.

E: Se você é rígida, qual sua atitude a respeito de smartphones e tables e coisas desse tipo?
T: Ela não tem um celular. Tem um tablet, sim. Mas ela só usa no café da manhã.
E: Ela tem um tempo pra usar isso de manhã e não durante o dia?
T: Não, é que ela não sente falta disso mais tarde. Isso não é um problema em nossa família, que eu tenho que dizer pra minha filha "sai desse tablet agora!". Não há um cronograma minuto a minuto. Ela é uma menina bem criativa, ela pode achar várias outras coisas que são mais interessantes pra fazer. Pelo menos por enquanto.

E: Você tem uma voz bastante reconhecível, já cantou em algum karaoke?
T: (rindo) nunca! jamais! Mentira, provavelmente já cantei quando era criança em algum momento.

E: Quanto tempo você vai ficar aqui na Finlândia? Já que o segredo não será revelado hoje, mas nós devemos descobrir...
T: Espero que sim...
E: Obrigada por vir, Tarja!

Tradução Finlandês-Inglês: Tarja Turunen Suomi.